UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/05/2010 - 19h15

Bancos europeus preocupam e derrubam Wall Street

Por Chuck Mikolajczak

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas de valores dos Estados Unidos recuaram nesta segunda-feira, e o índice Dow Jones terminou no menor nível desde 10 de fevereiro, em meio a preocupações com o sistema bancário europeu.

O Dow, referência da bolsa de Nova York, recuou 1,24 por cento, para 10.066 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,69 por cento, a 2.213 pontos. O Standard & Poor's 500 perdeu 1,29 por cento, para 1.073 pontos.

A turbulência na zona do euro manteve investidores avessos a risco, após o S&P 500 perder 4,2 por cento na semana passada.

Ações do setor financeiro estiveram entre as que registraram as maiores baixas, com o índice de bancos KBW recuando 3,3 por cento. O Wells Fargo cedeu 4,7 por cento, após o Goldman Sachs reduzir a recomendação dos papéis da instituição de "compra" para "neutro".

Preocupações com o sistema bancário europeu continuaram a pesar sobre os negócios, depois que o banco central espanhol informou que assumiu o controle dos depósitos locais do banco CajaSur. Tal medida aumentou a apreensão entre os agentes, já preocupados com a possibilidade de os problemas de dívida se espalharem pelos mercados financeiros.

"O que acontece especificamente com a Grécia não importa muito, mas se eles se espalharem para países maiores, como a Espanha, então isso se torna um problema", afirmou Peter Jankovskis, um dos vice-presidentes da OakBrook Investments LLC, em Illinois.

Apesar da intensificação das vendas no final da sessão, alguns bolsões de força permaneceram no mercado. Isso foi verdade principalmente no setor de tecnologia.

As ações da Apple avançaram 1,8 por cento, após o Morgan Stanley ter elevado o preço-alvo da ação em 35 dólares, para 310 dólares, e adicionado a companhia à sua lista de "Melhores Ideias".

O Google ganhou 1,1 por cento. O Citigroup acrescentou o site de busca número 1 da Internet à sua lista dos cinco melhores do setor, dizendo que a recente correção no preço de sua ação gerou oportunidades com melhor custo/benefício entre as grandes do segmento de tecnologia.

No front macroeconômico, dados mostraram que as vendas de moradias usadas nos EUA cresceram em abril para o maior nível em cinco meses, com as pessoas fechando contratos para aproveitar um crédito tributário. Porém, a oferta de moradias no mercado atingiu o maior patamar em nove meses.

Além disso, a IBM informou que planeja comprar a Sterling Commerce da AT&T por cerca de 1,4 bilhão de dólares em dinheiro, e a Gentiva Health Services concordou em comprar a Odyssey HealthCare por cerca de 1 bilhão de dólares.

A IBM caiu 0,8 por cento e a AT&T recuou 1,7 por cento. Por outro lado, a Odyssey HealthCare saltou 38,7 por cento, enquanto a Gentiva Health Services teve alta de 13,1 por cento.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host