UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/05/2010 - 12h36

Plano de austeridade na Itália inclui corte de salários e vagas

ROMA (Reuters) - O plano de austeridade italiano que deve ser aprovado na terça-feira irá cortar salários e contratações no setor público, bloquear temporariamente os pedidos de aposentadoria e reduzir os investimentos para governos locais, de acordo com um esboço obtido pela Reuters.

Os esboços do Orçamento dizem que apenas 20% daqueles que saírem do setor público de 2011 a 2013 serão substituídos e cortam a transferência de 2 bilhões de euros em 2011 e 3,8 bilhões de euros em 2012 para autoridades municipais e regionais.

Aqueles que obtiveram o direito de se aposentar em meados de 2011 e no final de 2011 deverão continuar trabalhando por mais seis meses.

O Orçamento, que visa cortar o deficit em cerca de 13 bilhões de euros em 2011, também faz cortes nos gastos de saúde, de 400 milhões de euros em 2011 e de 1,1 bilhão de euros no ano seguinte.

Gastos com os ministérios do governo, incluindo salários, serão reduzidos em 8% a 10% por ano de 2011 a 2013.

O esboço também cita redução de 10% no pagamento de ministros de governo em 2011 e 10 por cento nos salários dos funcionários do setor público com valores superiores a 75 mil euros.

(Reportagem de Gavin Jones)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host