UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/05/2010 - 20h06

Greve no Ibama pode atrasar linhas de transmissão, diz Cteep

SÃO PAULO (Reuters) - A Cteep deverá receber em junho empréstimo-ponte de 500 milhões de reais do BNDES para construção de linhas de transmissão entre uma subestação em Rondônia, onde estão sendo erguidas as hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau, e Araraquara (SP), com mais de 2,3 mil quilômetros de extensão.

"Estamos em trâmite de aprovação para o desembolso... Não cremos que haverá dificuldade", disse o diretor de Empreendimentos da Cteep, Jorge Ortiz, nesta terça-feira.

O valor total do investimento é estimado em 3 bilhões de reais, de acordo com o executivo. De 70 a 80 por cento deverá ser financiado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Mesmo com os recursos disponíveis, a greve do Ibama, que concede as licenças necessárias para a implantação das linhas de transmissão, pode atrasar a conclusão da obra. O início da operação das linhas é previsto para fevereiro de 2012.

"Não sei dizer qual a influência da greve", disse Ortiz, acrescentando que espera conseguir até 8 de agosto a licença de instalação das linhas. "Hoje estamos no limite do prazo... Não temos expectativa de antecipar", afirmou, após encontro com investidores.

Servidores do Ibama estão em greve desde meados de abril, pedindo reajuste salarial e reestruturação de carreira.

Em novembro de 2008, a Cteep arrematou dois dos sete lotes de linhas de transmissão oferecidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), ambos em parceria com Furnas e Chesf, do sistema Eletrobras.

Segundo Ortiz, a Cteep já fechou com fornecedores os contratos de torres. "O contrato de corrente alternada está sendo fechado com a Isolux", revelou.

LEILÕES E AQUISIÇÕES

O diretor de Empreendimentos da Cteep confirmou que a companhia irá participar do leilão de transmissão de energia marcado para 11 de junho.

"Estamos estudando parcerias e estamos estudando todos os lotes", disse Ortiz, ressaltando que o lote A, entre Araraquara e Taubaté (SP), tem sinergias com a atual rede da Cteep.

O presidente da empresa, César Ramírez, disse que a Cteep fez propostas pela Plena Transmissoras, que na semana passada vendeu sete transmissoras no Brasil para a chinesa State Grid por 3,1 bilhões de reais, incluindo dívidas.

"Não digo se os chineses fizeram bem ou mal pelo preço que eles pagaram... Mas o valor é maior do que poderíamos pagar", disse.

"O mercado (de transmissão) não está muito aberto", afirmou o exectivo, referindo-se a possíveis oportunidades de aquisição. Para ele, a espanhola Abengoa possui ativos interessantes no Brasil, "mas eles não demonstram interesse de venda".

(Reportagem de Carolina Marcondes)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host