UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/05/2010 - 15h57

Pacote de resgate europeu deve fortalecer crescimento, diz diretor do FMI

BRASÍLIA, 26 de maio (Reuters) - O diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, defendeu nesta quarta-feira que parte do pacote de ajuda à União Europeia seja usado para incentivar o crescimento.

Em Brasília, após reunião com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, Strauss-Kahn argumentou que a única maneira de resolver os problemas fiscais no médio prazo é garantir taxas mais altas de expansão da economia.

"Nossa visão é que é claro que foi útil e ainda é útil para os europeus a criação desse plano de estabilização... mas, ao mesmo tempo, parte desse dinheiro deveria ser usado para impulsionar o crescimento", disse a jornalistas.

"Sem perspectiva de crescimento na zona do euro e nos países europeus, será difícil sair da crise. O que foi feito do lado fiscal era necessário --é doloroso para os países, mas precisava ser feito--, mas, ao mesmo tempo, a solidariedade na zona do euro precisa se expressar não apenas no resgate de países quando há problemas, mas também incentivando o crescimento."

Sobre o Brasil, Strauss-Kahn voltou a destacar a adoção de políticas econômicas adequadas que ajudaram no enfrentamento da crise e destacou que será preciso ver como o governo conseguirá ter nos próximos anos este nível alto de crescimento.

"Mas estou confiante de que isso será feito."

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host