UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

31/05/2010 - 20h52

Início da concretagem de Angra 3 é autorizado, diz Eletronuclear

SÃO PAULO (Reuters) - A Eletronuclear, empresa da Eletrobras responsável pela geração de energia nuclear no Brasil, informou nesta segunda-feira que a concretagem para a construção da usina de Angra 3 poderá "começar imediatamente".

Os investimentos em equipamentos já adquiridos são de 600 milhões de euros, enquanto para a conclusão da obra a estimativa é de um montante de 8,4 bilhões de reais, segundo cálculos de junho de 2009.

A autorização foi concedida pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) por meio de ofício e se refere à concretagem da laje do prédio do reator da usina.

Segundo comunicado da Eletronuclear, a autorização foi dada após a constatação de que a empresa já atendeu às condicionantes da área cível que constam da resolução publicada nesta segunda-feira, concedendo à Eletronuclear a licença para a construção da Usina Angra 3.

A usina nuclear, que assim como Angra 1 e Angra 2 será construída em Angra dos Reis (RJ), tem previsão de 66 meses para o término das obras. A potência instalada é de 1.405 megawatts (MW).

Na construção da usina, diz a Eletronuclear, serão necessários mais de 200 mil metros cúbicos de concreto, 30,8 mil toneladas de aço e 17 mil toneladas de equipamentos.

(Por Carolina Marcondes)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host