UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/06/2010 - 08h40

Recessão do setor manufatureiro grego se aprofunda em maio

ATENAS, 1o de junho (Reuters) - A indústria manufatureira da Grécia se enfraqueceu ainda mais em maio, com a produção, as encomendas e o emprego no setor encolhendo a uma taxa maior, indicando que a recessão do país está se aprofundando com as medidas de austeridade.

O índice de produção industrial Markit para a Grécia caiu para 41,8 pontos em maio, o menor valor em 13 anos e bem abaixo da marca de 50 pontos que separa crescimento da contração.

O número de novos negócios caiu pelo nono mês consecutivo em maio, um declínio mais forte que o das encomendas, e foi atribuído à fraqueza da demanda em meio a condições econômicas cada vez piores.

As empresas manufatureiras enfrentaram custos crescentes de insumos em maio, com essa inflação subindo no maior ritmo desde agosto de 2008. Segundo as companhias, os preços de laticínios, plásticos, alumínio e náilon subiram.

Porém, os preços de produção continuaram a cair, com o poder de repasse continuando baixo devido à fraca demanda e à forte competição.

A demanda decrescente e as pressões inflacionárias levaram as manufatureiras a cortar mais postos de trabalho em maio, ampliando a contração do emprego, que já dura 25 meses.

O índice de novas encomendas para exportação, por outro lado, subiu para 42,5, de 40,3 no mês anterior.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host