UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/06/2010 - 10h06

Dúvidas sobre economia global rondam reunião do G20

Por James Pomfret e Louise Egan

BUSAN, Coreia do Sul, 4 de junho (Reuters) - Os principais formuladores de política do mundo expressaram preocupação nesta sexta-feira sobre a saúde da economia global, mesmo com os efeitos da zona do euro para conter sua crise de dívida.

Falando antes de uma reunião de dois dias entre as 20 principais economias desenvolvidas e em desenvolvimento (G20), o ministro do Planejamento da África do Sul, Trevor Manuel, disse não poder imaginar outro momento mais desafiador para o G20 que o atual.

A reunião do G20 será uma oportunidade para tomar decisões para afastar o fantasma de uma nova recessão, acrescentou ele.

"É importante que todos entendamos o quão frágil a economia está", disse ele a jornalistas.

"Primeiramente, eu nao acredito que o problema da Grécia tenha acabado", afirmou o ministro das Finanças do Egito, Youssef Boutros-Ghali.

"Em segundo lugar... as medidas solicitadas a eles foram bastante duras. E em algumas regiões existem dúvidas sobre se eles serão capazes de continuar implementando essas medidas duras."

Os mercados interncionais têm mostrando turbulência em meio à crise europeia.

Mas o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner, expressou confiança de que a economia global é forte o suficiente para superar os problemas da zona do euro.

"A economia mundial entrou neste período de preocupação sobre a Europa com uma força e um crescimento econômico mais fortes do que muitas pessoas previam, e está em melhor posição para enfrentar isso", disse Geithner à CNBC.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host