UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/07/2010 - 08h43

IPC-S cai 0,21% em junho, alimentos seguem em queda

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) registrou deflação em junho, em razão de uma maior queda dos custos de alimentos e de uma diminuição das altas de habitação, vestuário e saúde.

O indicador caiu 0,21 por cento em junho, após alta de 0,21 por cento em maio e queda de 0,19 por cento na terceira prévia do mês passado, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta quinta-feira.

Analistas consultados pela Reuters previam recuo de 0,27 por cento, segundo a mediana de 10 respostas que ficaram entre baixa de 0,21 e 0,31 por cento.

Os preços do grupo Alimentação recuaram 1,32 por cento em junho, ante queda de 0,34 por cento em maio. Em relação à terceira prévia de junho, no entanto, houve leve arrefecimento do recuo, já que ele foi de 1,45 por cento naquele período.

Os custos de Habitação aumentaram 0,29 por cento em junho, abaixo da alta de 0,65 por cento em maio. Os de Vestuário desaceleraram o avanço para 0,71 por cento, contra 0,99 por cento, e os de Saúde tiveram elevação de 0,46 por cento nesta leitura, ante 0,58 por cento na anterior.

Os preços de Transportes caíram 0,21 por cento no mês passado, após baixa de 0,18 por cento no anterior.

Os preços de Despesas Pessoais, por outro lado, subiram mais, em 0,60 por cento em junho, contra 0,36 por cento em maio.

As principais quedas individuais de preços em junho foram de batata inglesa, açúcar refinado, leite longa vida, cenoura tomate.

No ano, o IPC-S acumula alta de 3,64 por cento e nos últimos 12 meses, de 4,93 por cento.

(Por Vanessa Stelzer)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host