UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/07/2010 - 12h18

Rússia planeja venda de US$29 bi em ativos estatais--fontes

Por Dasha Korsunskaya

MOSCOU (Reuters) - A Rússia planeja sua maior venda de ativos estatais desde o início da década de 1990, à medida que busca levantar mais de 29 bilhões de dólares para cobrir déficits orçamentários nos próximos três anos, disseram neste sábado à Reuters fontes do Ministério das Finanças do país.

As fontes afirmaram que o plano para vender fatias minoritárias de dez grandes companhias no triênio de 2011 a 2013 foi discutido e aprovado em um encontro parlamentar presidido pelo primeiro-ministro, Vladimir Putin.

As vendas incluirão 27,1 por cento da empresa de oleodutos Transneft, um monopólio estatal; 24,16 por cento da maior produtora de petróleo da Rússia, Rosneft; 24,5 por cento do segundo maior banco da nação, o VTB; 9,3 por cento do maior concessor de crédito, Sberbank; e 25 por cento menos uma ação da companhia de trens RZhD, outro monopólio.

A Rússia quer cortar seu déficit orçamentário para 4 por cento do produto interno bruto em 2011 e 2,9 por cento em 2012. Atualmente, esse déficit é de 5 por cento, ou 80 bilhões de dólares, mas uma eleição presidencial em 2012 também coloca pressão no governo para manter os gastos sociais elevados.

"O Ministério das Finanças fez propostas sobre possíveis privatizações de 2011 a 2013, que nos permitirá coletar cerca de 300 bilhões de rublos (9,88 bilhões de dólares) por ano", disse uma das fontes à Reuters.

"As maiores companhias estarão à venda de uma forma que o governo mantenha as participações de controle", acrescentou. "As propostas foram revistas e consideradas realísticas."

O porta-voz de Putin, Dmitry Peskov, negou-se a comentar.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host