UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/08/2010 - 20h47

Lucro da Cielo sobe 25,5% no 2o trimestre, a R$457,7 mi

SÃO PAULO (Reuters) - A Cielo, maior rede adquirente de cartões de crédito e de débito do país, anunciou nesta quarta-feira um aumento de 25,5 por cento no lucro líquido do segundo trimestre como resultado de um boom na demanda por transações com cartões.

O lucro líquido cresceu para 457,7 milhões de reais entre abril e junho, ante 364,8 milhões de reais no mesmo período um ano antes, informou a companhia em comunicado ao mercado.

A média de 10 analistas ouvidos pela Reuters previa que a Cielo, controlada pelo Banco do Brasil e pelo Banco Bradesco, teria um lucro trimestral de entre 440 milhões de reais e 463 milhões de reais.

A empresa disse que as transações com cartões de crédito subiram 21 por cento, para 38,9 bilhões de reais no segundo trimestre, enquanto com cartões de débito as transações avançaram 23,3 por cento, para 22,67 bilhões de reais.

O aumento nas transações com cartões ajudou a elevar a receita operacional líquida ajustada em 21,6 por cento na comparação anual, para 1,05 bilhão de reais, informou a Cielo.

A empresa informou Ebitda ajustado de 735,3 milhões de reais entre abril e junho, alta de 26,1 por cento sobre 582,9 milhões de reais no segundo trimestre de 2009.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host