UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/08/2010 - 16h11

GM prepara IPO, mas ainda não está pronta, diz presidente

Por David Bailey e Bernie Woodall

TRAVERSE CITY, Michigan (Reuters) - A General Motors começou a preparar os documentos necessários para sua oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês), que pode ser a maior da história do mercado norte-americano, disse o presidente-executivo da companhia, Ed Whitacre, nesta quinta-feira.

É a primeira vez que a montadora, a maior dos Estados Unidos, confirma que está preparando seu IPO, evento que marcaria seu retorno como companhia de capital aberto e reduziria o controle majoritário do governo dos EUA no capital da empresa, um ano depois da controversa concordata e compra da GM por 50 bilhões de dólares.

Whitacre também afirmou durante evento do Center for Automotive Research que a GM irá divulgar semana que vem resultados do segundo semestre que mostram uma companhia reestruturada que conseguiu gerar lucros apesar da recuperação limitada da economia norte-americana.

"Estamos elaborando um S-1", disse Whitacre à Reuters, em referência ao documento exigido pela reguladora Securities and Exchange Commission (SEC) para abrir um IPO.

"É um documento bem grande. Já começamos a elaborá-lo".

"Não sei quando poderemos enviá-lo, porque ainda há muito o que fazer. Não está muito, muito distante, mas ainda temos muito o que fazer", acrescentou, afirmando que a documentação não estará pronta nas próximas duas semanas.

A montadora já começou a entrar em contato com banqueiros para coordenar a oferta, que dará ao Tesouro dos EUA a oportunidade de reduzir sua participação de 61 por cento na GM.

Pessoas próximas ao caso, que não quiseram ser identificadas uma vez que as preparações são confidenciais, afirmaram a meta inicial da GM é completar a documentação regulatória para o IPO até meados de agosto.

Whitacre espera que um IPO da GM irá levar o governo norte-americano a uma participação minoritária, distanciando a empresa do rótulo "Government Motors", e do repúdio dos consumidores ao fato de ter recebido tanto dinheiro do governo.

Hospedagem: UOL Host