UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/08/2010 - 14h10

Braskem mantém projeto de unidades na Venezuela

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente da Braskem, Bernardo Gradim, afirmou nesta terça-feira que os projetos da companhia na Venezuela estão mantidos e que o país é parte fundamental para que a petroquímica possa consolidar a liderança nas Américas.

O executivo afirmou ainda que a equipe da companhia que estava na Venezuela atuando no desenvolvimento dos projetos "terminou o dever de casa" e agora está sendo direcionada a outros países, como México, Peru e Bolívia.

Gradim negou uma eventual desistência da Braskem em ter unidades produtoras na Venezuela, diante da situação política e incertezas jurídicas que cercam o país.

"A relação com a Venezuela é personalizada... A Braskem se relaciona com a Pequiven e a PDVSA e é sempre atendida. Hoje nós já temos um grande volume de nafta vinda de lá, de boa qualidade e preço competitivo", afirmou o presidente da Braskem em entrevista coletiva sobre os resultados da empresa no segundo trimestre.

No final de abril, a Braskem anunciou que decidiu alterar com a Pequiven --braço petroquímico da estatal venezuelana PDVSA-- a modelagem dos seus projetos na Venezuela.

As principais mudanças ocorreriam no projeto da unidade industrial de polipropileno sob responsabilidade da Propilsur, que teria sua localização e dimensão alteradas, permitindo manter o cronograma de sua implementação e reduzir em cerca de 60 por cento o investimento necessário.

O projeto original previa a instalação de uma unidade de produção da matéria-prima propeno, integrada a uma planta de polipropileno com capacidade para produzir 450 mil toneladas por ano.

Além disso, Pequiven e Braskem concordaram em adiar por 1 ano a continuidade do projeto Polimerica, que previa três unidades de produção de polietileno com capacidade aproximada de 1,1 milhão de toneladas por ano, integradas a uma unidade de produção de eteno de 1,3 milhão de toneladas por ano mediante investimento de cerca de 3 bilhões de dólares.

(Reportagem de Carolina Marcondes)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host