UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/08/2010 - 15h29

Com Quattor, Braskem vê sinergias de R$400 mi em 2012

Por Carolina Marcondes

SÃO PAULO (Reuters) - A Braskem prevê que a integração com a Quattor gere sinergias de 400 milhões de reais anuais no lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebitda, na sigla em inglês) a partir de 2012.

Para isso, porém, será preciso investir 350 milhões de reais ao longo de 18 meses para capturar essas economias de custos.

"A Quattor impactou positivamente o resultado da Braskem... Parte do ganho de sinergias acontece com a redução de custos", afirmou nesta terça-feira o presidente da companhia, Bernardo Gradin, em encontro com jornalistas.

A Braskem anunciou em janeiro a compra da Quattor, dando origem à maior petroquímica das Américas. A Quattor se tornou uma subsidiária integral da Braskem e, após a conclusão do negócio, o grupo antecipou o pagamento de dívidas de 4,1 bilhões de reais, o que permitiu a ampliação do prazo médio de vencimento da dívida total de 6,6 anos para 8,2 anos.

A Braskem divulgou pela manhã que teve lucro líquido de 45 milhões de reais no segundo trimestre, ante lucro de 1,16 bilhão de reais um ano antes, que foi gerado "em função da desvalorização do dólar perante o real, com impacto positivo no resultado financeiro daquele período".

A receita líquida consolidada, incluindo a Quattor, somou 6,5 bilhões de reais no segundo trimestre, avanço de 77 por cento na comparação anual.

Em termos de volume, a Braskem teve vendas totais de 1,24 milhão de toneladas de resinas termoplásticas, queda de 11 por cento sobre o segundo trimestre de 2009, com as vendas ao exterior recuando 27 por cento e no mercado interno subindo 1 por cento.

A Braskem produziu 1,32 milhão de toneladas de resinas no trimestre passado, praticamente estável em relação ao volume de um ano antes.

O Ebitda consolidado totalizou 1,04 bilhão de reais no segundo trimestre, contra 566 milhões de reais em igual período de 2009. A margem passou de 15,3 para 16 por cento.

A Quattor sozinha teve Ebitda de 214 milhões de reais no trimestre encerrado em junho, quase o dobro do registrado nos primeiros três meses de 2010 e 70 por cento maior que o visto no segundo trimestre de 2009.

Para o presidente da Braskem, os preços de resinas, que sofreram redução desde o final de maio, devem se recuperar no segundo semestre.

"No Brasil a demanda por resinas deve crescer 10 por cento em relação a 2009", disse Gradin, que acredita que o mercado interno vai consumir 4,7 milhões de toneladas de resinas em 2010, ante previsão anterior de 4,5 milhões de toneladas.

O executivo estima que a segunda metade de 2010 será marcada por algumas paradas programadas de fábricas de resinas nos Estados Unidos. Além disso, os preços e a produção de commodities na América do Norte devem ser afetadas pela temporada de furacões.

(Reportagem adicional de Alberto Alerigi Jr.)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host