UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/08/2010 - 14h22

Fed e China puxam mercado a mínima em 3 semanas

LONDRES (Reuters) - O principal índice das ações europeias caiu pelo segundo dia seguido nesta quarta-feira, para fechar no menor nível em três semanas, com destaque negativo para as ações de bancos e commodities após a avaliação pessimista do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) sobre a economia.

A confiança também piorou após dados mostrarem que a expansão do investimento e da produção industrial na China desaceleraram mais no mês passado. O Banco da Inglaterra afirmou ainda que a perspectiva econômica é "altamente incerta".

De acordo com dados preliminares, o índice FTSEurofirst 300 caiu 2,03%, para 1.040 pontos.

Ações do setor financeiro estiveram entre as mais afetadas, com o índice STOXX Europe 600 do setor bancário em baixa de 3,39%. Standard Chartered, Barclays, Lloyds e Société Générale caíram de 4,2% a 6,8%.

"Essa realização de lucros pode durar um pouco mais, mas eu não acho que nós estamos prestes a ver uma grande correção no mercado de ações", disse Klaus Wiener, diretor de pesquisa da Generali Investments.

"O Fed quer dar suporte à economia. Se a economia desacelerar, mas não cair em recessão --como eu imagino--, então a confiança do mercado pode melhorar outra vez."

Em Londres, o índice Financial Times fechou em queda de 2,44%, a 5.245 pontos.

Em Frankfurt, o índice DAX caiu 2,1%, para 6.154 pontos.

Em Paris, o índice CAC-40 recuou 2,74%, para 3.628 pontos.

Em Milão, o índice Ftse/Mib encerrou em baixa de 3,2%, a 20.579 pontos.

Em Madri, o índice Ibex-35 registrou perda de 3,21%, para 10.374 pontos.

Em Lisboa, o índice PSI20 teve desvalorização de 2,23%, para 7.297 pontos.

(Reportagem de Atul Prakash)

Hospedagem: UOL Host