UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/08/2010 - 19h08

Bovespa tem 4a alta por otimismo com empresas, indústria nos EUA

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - A recuperação da indústria norte-americana em julho e o noticiário positivo de empresas no Brasil e no exterior mantiveram o investidor na ponta compradora de ações na Bovespa, que subiu pela quarta sessão consecutiva.

Apoiado nos ganhos das blue chips Petrobras e Vale, o Ibovespa fechou a terça-feira em alta de 1,32 por cento, a 67.583 pontos, voltando a acumular variação positiva no mês.

O giro financeiro da sessão foi de 5,6 bilhões de reais.

"Depois de um monte de notícia ruim dos Estados Unidos, a produção industrial e dados de empresas fizeram um dia bom para a bolsa", disse Valmir Celestino, diretor de renda variável do banco Safra.

As gigantes varejistas Wal-Mart e Home Depot reportaram ganho trimestral acima do estimado por analistas, levantando esperanças de recuperação do consumo, principal motor da economia dos EUA. A produção industrial do país cresceu em julho a uma taxa duas vezes maior que a esperada por economistas.

Em Wall Street, os principais índices subiram pouco mais de 1 por cento.

Por aqui, o papel preferencial da Petrobras foi o que mais contribuiu para dar sustentação ao Ibovespa, subindo 2,5 por cento, a 28,30 reais.

De acordo com Celestino, a sinalização da companhia de que vai conseguir realizar sua oferta pública de ações em setembro deu algum alívio aos investidores. "Tem muita angústia no mercado com esse processo de capitalização. Pelo menos a operação saindo logo tira um pouco dessa tensão", disse.

Outro destaque positivo foi OGX, que ganhou 3,9 por cento, a 20,47 reais, voltando a subir forte após a companhia ter confirmado, na véspera, que os sete blocos que possui na bacia do Parnaíba, no Maranhão, podem conter cerca de 15 trilhões de pés cúbicos de gás natural.

A incorporadora PDG Realty, que reportou lucro líquido ajustado de 220,3 milhões de reais no segundo trimestre, avançou 3 por cento, a 18,31 reais.

As ações da TAM, que na véspera fizeram uma pausa após uma disparada de 27,6 por cento na sexta-feira, dia em que anunciou um acordo de fusão com a chilena LAN, agora subiram 5,2 por cento, para 37,90 reais.

Na ponta de baixo do índice, JBS perdeu 2,5 por cento, a 7,72 reais, com analistas tecendo comentários negativos sobre os resultados da companhia no segundo trimestre.

Hospedagem: UOL Host