UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/08/2010 - 14h21

Cesp prevê que próximo governo indique renovação de concessões

SÃO PAULO (Reuters) - A estatal paulista Cesp espera que o próximo governo federal sinalize rapidamente a intenção de renovar as concessões do setor elétrico que vencem em 2015.

"De fato, o governo federal não notificou oficialmente os resultados dos trabalhos (que vêm sendo feitos), mas indicamos que o encaminhamento do assunto será no sentido de renovar", afirmou o presidente da Cesp, Vilson Daniel Christofari, em teleconferência nesta terça-feira sobre o resultado trimestral da geradora de energia.

Em 2015, contratos de concessão de diversas distribuidoras e geradoras serão encerrados, incluindo os de importantes usinas da Cesp. As estatais de energia, federais ou estaduais, podem ser prejudicadas, porque ao final o governo poderia optar por uma nova licitação, eventualmente transferindo ativos de empresas estatais para o setor privado.

"O que se tem dito é que uma decisão a respeito deve ser anunciada logo após as eleições ou no início do próximo governo", apontou o presidente da Cesp.

Em relatório, o analista Marcos Severine, do Itaú, disse que as eleições presidencial e estadual "continuam a ser grandes fatores para a ação da Cesp, uma vez que a eleição de Geraldo Alckmin no Estado e José Serra na Presidência", ambos do PSDB, poderia reviver o cenário de privatização da Cesp.

No segundo trimestre, a Cesp teve lucro líquido de 133 milhões de reais, queda de 81,4 por cento contra um ano antes, mas perto da estimativa média de seis analistas consultados pela Reuters, que apontava para lucro de 137,7 milhões de reais.

(Reportagem de Rodolfo Barbosa)

Hospedagem: UOL Host