UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

23/08/2010 - 12h55

Safra de grãos da Rússia recuou 38% até o momento--vice-ministro

Por Denis Pinchuk

SÃO PETERSBURGO, Rússia (Reuters) - A Rússia possui grãos suficientes para corresponder à demanda local, mesmo após a colheita ter diminuído em 38 por cento em 2010, disse uma autoridade sênior nesta segunda-feira. No entanto, estes dados indicam que o ex-exportador deve importar milhões de toneladas.

A Rússia, que já foi o terceiro maior exportador de trigo do mundo, foi atingida por uma intensa seca em muitas regiões produtoras, destruindo amplas áreas de safra e levantando a questão de importações.

Analistas estimaram importações russas de 1,5 milhão a 2 milhões de toneladas, enquanto uma reportagem do jornal Vedomosti mostrou que a Rússia pode importar pelo menos 5 milhões de toneladas. Rumor que o porta-voz do Ministério da Agricultura negou rapidamente.

O vice-ministro da Agricultura, Alexander Petrikov, disse que a Rússia colheu 40,3 milhões de toneladas de grãos (peso bruto) até 19 de agosto.

Ele disse que os grãos foram colhidos em 19,3 milhões de hectares, ou 48 por cento da área plantada. A produtividade média caiu para 2,08 toneladas por hectare ante 2,69 toneladas por hectare em 19 de agosto de 2009.

O peso bruto é normalmente 7 a 8 por cento superior ao volume após os grãos serem limpos, mas essa diferença pode ser menor em anos mais quentes e secos, como este.

A safra final é calculada com base no volume limpo.

Petrikov disse que a Rússia possui grãos suficientes para cobrir a demanda local.

"As necessidades domésticas da Rússia são de 77 milhões de tonelada", disse Petrikov. "Os estoques de cerca de 23 milhões de toneladas e reservas de intervenção do governo de 9,5 milhões de toneladas, serão mais que suficiente para cobrir as necessidades."

Petrikov confirmou a previsão do ministério de 65 a 67 milhões de toneladas para a safra de 2010 em um cenário otimista e 60 milhões de toneladas em uma visão mais pessimista.

No entanto, os estoques de passagem do país, os quais já foram estimados anteriormente pela agência oficial de estatísticas Rosstat em 21,7 milhões de toneladas, já incluem os 9,5 milhões de toneladas de reservas de intervenção do governo.

Hospedagem: UOL Host