UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

07/09/2010 - 15h53

Bolsas europeias caem por temores sobre bancos

Por Harpreet Bhal

LONDRES (Reuters) - As ações europeias fecharam em queda nesta terça-feira, reduzindo uma recuperação de duas semanas, com bancos afetados pela preocupação com o desempenho do setor e o impacto da reforma nas bases de capital, enquanto mineradoras recuaram por conta de temores sobre o plano fiscal da Austrália.

O FTSEurofirst 300, índice com as mais importantes ações europeias, caiu 0,38 por cento, para 1.061 pontos, após ganho acumulado de quase 7 por cento nas últimas duas semanas.

O Euro STOXX 50, índice das blue chips da zona do euro, cedeu quase 1 por cento, para 2.727 pontos.

Os bancos foram pressionados por uma reportagem do Wall Street Journal afirmando que recentes testes de estresse no setor de bancos europeu indicaram que as holdings dessas instituições tinham exposição potencialmente arriscada a dívidas soberanas.

Entre as principais quedas, Société Générale caiu 3,85 por cento e Deutsche Bank perdeu 1,66 por cento.

Somando-se a isso, o jornal alemão Die Ziet, citando uma proposta do Comitê da Basileia, afirmou que bancos em todo o mundo seriam obrigados a manter pelo menos 9 por cento de capital Tier 1, incluindo 3 por cento de um chamado "colchão de proteção".

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em queda de 0,58 por cento, a 5.407 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 0,6 por cento, para 6.117 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,11 por cento, para 3.643 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,28 por cento, a 20.395 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 perdeu 1,35 por cento, para 10.479 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 encerrou em queda de 0,55 por cento, a 7.420 pontos.

Hospedagem: UOL Host