UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

13/09/2010 - 13h07

Angra 1 volta a funcionar após princípio de incêndio

SÃO PAULO, 13 de setembro (Reuters) - A Eletronuclear, braço da Eletrobras para energia nuclear, informou que a usina de Angra 1 foi desligada na madrugada de domingo e religada na manhã desta segunda-feira por conta de um princípio de incêndio em uma parte convencional da usina, sem contato com radioatividade.

"O princípio de incêndio foi rapidamente debelado e verificou-se que ocorreu em uma manta de isolamento térmico usada em trabalhos de manutenção e próxima à parede da tubulação de um dos reaquecedores e separadores de umidade do vapor que aciona as turbinas principais da usina", explicou a Eletronuclear.

Por estar perto do gerador elétrico principal --pressurizado com hidrogênio-- decidiu-se iniciar a desconexão da usina, que já funciona normalmente e está em processo de aumento de potência.

A última vez que a usina teve de ser desligada foi em 2 de setembro, quando foi necessário fazer reparos no circuito de hidrogênio do sistema de resfriamento do gerador elétrico principal, também uma parte convencional da usina, sem qualquer contato com radioatividade, segundo a Eletronuclear.

Enquanto isso, a Eletronuclear já recebeu autorização para iniciar a concretagem para a construção da usina Angra 3. Também localizada em Angra dos Reis (RJ), a obra prevê investimento de 8,4 bilhões de reais, segundo cálculos de junho de 2009. A potência instalada será de 1.405 megawatts (MW).

Em 27 de agosto, a Eletronuclear e a Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE) assinaram um termo de cooperação para dar início ao estudo preliminar de seleção de locais para a construção de usinas nucleares no Norte e Nordeste.

(Por Carolina Marcondes)

Hospedagem: UOL Host