UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/09/2010 - 18h58

Brasil capta US$500 mi com reabertura de bônus 2041

SÃO PAULO/BRASÍLIA (Reuters) - O Brasil vendeu nesta terça-feira 500 milhões de dólares em bônus global com vencimento em 2041, na reabertura de uma operação feita há cerca de um ano e pagando retorno menor ao investidor, confirmaram dados do Tesouro Nacional.

Os papéis saíram a 106,407 por cento do valor de face, com rendimento de 5,202 por cento ao ano e cupom de 5,625 por cento. No ano passado, os mesmos bônus garantiram retorno de 5,80 por cento.

O spread foi de 142 pontos-básicos sobre os Treasuries correspondentes. A liquidação financeira ocorrerá no dia 21.

Apesar da alta nas últimas semanas, o rendimento dos títulos do Tesouro norte-americano está muito baixo, o que torna o momento ideal para a emissão brasileira, afirmou Siobhan Morden, chefe de estratégia para América Latina no RBS Securities, em Connecticut.

A última emissão soberana do país ocorreu no final de julho, quando o Brasil pagou o menor rendimento já registrado. À ocasião, foram vendidos bônus com vencimento em 2021.

A oferta desta terça-feira poderá ser estendida ao mercado asiático, em até 50 milhões de dólares, nas mesmas condições obtidas nos mercados europeu e norte-americano.

A emissão foi liderada pelos bancos HSBC e Itaú, tendo como co-líderes BB Securities e BNB Paribas. Esta foi a primeira vez que um banco brasileiro foi mandatário de uma operação da República.

(Com reportagem de Elzio Barreto)

Hospedagem: UOL Host