UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

05/01/2009 - 13h05

Bovespa perde 0,93% em dia de realização de lucros

SÃO PAULO - Seguindo a disparada de mais de 7% na sexta-feira, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) passar por uma realização de lucros na sessão de hoje. Por volta das 13 horas, o Ibovespa perdia 0,93%, para 39.871 pontos, com giro financeiro em R$ 817 milhões.

As vendas por aqui são estimuladas pelas perdas registradas nas bolsas norte-americanas, onde Dow Jones e Nasdaq perdiam 1,21% e 1,62%, respectivamente. Os investidores acompanham os dados sobre as vendas de automóveis em dezembro e observam o noticiário apontando maior preocupação dos bancos centrais com a deflação.

Os agentes também assimilam uma série de notícias apontando que o presidente eleito dos EUA, Barack Obama, já começa a costurar a aprovação de mais um plano de estimulo econômico. Agora, seriam cerca US$ 300 bilhões em corte de impostos. Obama tem encontros marcados com líderes do Senado e da Câmara dos Deputados. O analista da Omar Camargo Corretora Luiz Augusto Pacheco avalia as perdas de hoje na Bovespa como um breve movimento de realização de lucros e certa cautela dos investidores diante da carregada agenda de indicadores da semana. O destaque é o relatório sobre o mercado de trabalho dos Estados Unidos, que será apresentado na sexta-feira. Segundo Pacheco, em 2009 o mercado de renda variável não deve ser tão turbulento quanto o ano passado. Mas ainda não é possível prever uma recuperação para a Bovespa.

Para o especialista, apesar de estar claro o tamanho da crise, ainda não é possível visualizar quando as economias vão começar a se recuperar. "O pessoal fala em retomada no segundo semestre, mas depende muito do comportamento dos indicadores econômicos." No âmbito corporativo, as ações PN da Petrobras lideram as vendas, recuando 0,65%, para R$ 24,38. Em direção oposta, Vale PNA reverte as perdas da manhã e aponta alta de 0,19%, para R$ 26,25. Com o terceiro maior volume do dia, Itaúsa PN caía 1,39%, para R$ 8,50. Ainda no setor, Bradesco PN se desvalorizava 2,13%, a R$ 24,34, e Itaú PN recuava 0,83%, a R$ 28,64. Forte queda para as varejistas. Lojas Renner ON apontava queda de 4,74%, negociada a R$ 15,86, e B2W Varejo ON diminuía 3,50%, a R$ 23,71. JBS ON, TAM PN, Cemig PN e Sadia PN recuavam mais de 3% cada. Na ponta oposta, Redecard ON registrava valorização de 2,70%, a R$ 26,96. Braskem PNA subia 1,41%, a R$ 5,73, e TIM Participações ON aumentava 1,0%, a R$ 5,04. No câmbio, o dólar firma queda ante o real, comportamento oposto ao registrado no mercado externo, onde a divisa ganha valor sobre o euro e o iene. Há pouco, a moeda era negociada a R$ 2,294 na venda, queda de 1,67%. As vendas ganharam força depois que o Banco Central anunciou que fará leilão de linha, no qual oferta dólares à vista com compromisso de recompra em data futura, na tarde de hoje.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host