UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

05/01/2009 - 17h48

Bovespa sobe mais de 3,5% e retoma 41 mil pontos

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) caminha para o quinto pregão consecutivo de alta e retoma, assim, o patamar os 41 mil pontos. Com cerca de meia hora para o encerramento dos negócios, o Ibovespa apontava alta de 3,69%, aos 41.757 pontos, com giro financeiro em R$ 3,56 bilhões.

Superada a instabilidade do começo do pregão, os agentes voltaram a acreditar que a série de medidas tomadas para estimular a economia mundial resultará em aumento na demanda por commodities. Por aqui, isso reflete e maior procura pelos carros-chefe do índice. Alguns operadores também falam em maior presença do investidor estrangeiro na ponta compradora.

Liderando o volume negociado, Vale PNA apontava alta de 9,44%, para R$ 28,70. Petrobras PN subia 3,46%, a R$ 25,39. Com o terceiro maior volume, BM & F Bovespa ON apontava ganho de 6,20%, para R$ 6,85. As compras por aqui independem da instabilidade externa. Com fraco resultado das montadoras, Dow Jones apontava queda de 0,48% em Wall Street. Ensaiando alta, o índice composto Nasdaq subia 0,11%.

De volta ao Ibovespa, as siderúrgicas também ganham valor. O ativo ON da CSN valorizava 9,14%, aos R$ 34,62, Usiminas PNA subia 6,68%, a R$ 30,63, e Gerdau PN valia R$ 17,03, alta de 5,64%. Destaque para Rossi ON, que subia 15,42%, a R$ 4,49%. Na ponta oposta, Pão de Açúcar PN recuava 4,52%, a R$ 31,22.

(Valor Online)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host