UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

06/01/2009 - 09h35

Produção industrial cai 5,2% em novembro, pior queda mensal desde 1995

RIO - A crise financeira internacional e o aperto nas condições do crédito se fazem sentir sobre a produção industrial brasileira. A atividade do setor diminuiu 5,2% em novembro, perante outubro, a pior queda desde os 11,2% vistos em maio de 1995, informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A atividade da indústria nacional acumula assim uma queda de 7,9% desde setembro, na série com ajuste sazonal. Com esses resultados, diz o relatório do instituto, " o patamar de produção industrial brasileira retorna a um nível próximo ao de maio de 2007 " . Perante novembro do ano passado, houve uma redução de 6,2% na produção industrial, que interrompeu uma sequência de 28 meses com taxas positivas na comparação anual. Foi o pior resultado nesse tipo de confronto desde a baixa de 6,4% vista em dezembro de 2001. Esse comportamento, segundo o IBGE, evidencia o " aprofundamento do ritmo de queda da atividade e um alargamento do conjunto de segmentos com decréscimo de produção " . No acumulado do ano até novembro, a expansão foi de 4,7%. Em 12 meses, o acréscimo ficou em 4,8%, inferior à taxa de 6% vista nos 12 meses até outubro.

De acordo com o IBGE, de outubro para novembro 21 dos 27 ramos pesquisados e todas as categorias de uso tiveram queda de produção. Por ramos, o pior desempenho foi da indústria automotiva, com recuo de 22,6%, seguida por máquinas e equipamentos (-11,9%) e edição e impressão (-14,8%). Nas categorias de uso, o pior resultado foi dos bens de consumo duráveis, cuja redução de 20,4% foi a mais acentuada desde dezembro de 1997 (-21,2%).

(Valor Online)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host