UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

01/07/2009 - 08h30

IPC-S sobe 0,12% no fim de junho e avança 2,66% no semestre

SÃO PAULO - O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) aumentou 0,12% no fim de junho, depois de elevação de 0,20% na terceira prévia do mês. No primeiro semestre, o indicador cresceu 2,66%, menos do que o verificado em igual período do ano passado (+3,84%). Em 12 meses, a alta foi de 4,87%, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta manhã.

Para a desaceleração apurada entre a terceira medição e a pesquisa final de junho, influenciou o movimento dos grupos Habitação, que foi de 0,30% para 0,12% de acréscimo, e Despesas Diversas, que partiu de 1,11% para 0,31% de alta. Neles, tiveram impacto os itens, respectivamente, Tarifa de Eletricidade Residencial (-0,71% para -1,55%) e Cigarros (2,51% para 0,24%).

Registraram também uma elevação menos acentuada na passagem da terceira prévia para o encerramento do mês passado os ramos Vestuário (0,64% para 0,43%) e Saúde e cuidados pessoais (0,32% para 0,27%).

Acabaram no terreno negativo Educação, leitura e recreação, com baixa de 0,04%, e Transportes, com queda de 0,14%. No estudo antecedente, marcaram, na ordem, aumento de 0,05% e recuo de 0,07%.

Alimentação, por sua vez, deixou uma expansão de 0,01% para um acréscimo de 0,12%, com repercussão dos itens Frutas (-5,22% para -3,10%), Aves e Ovos (1,44% para 2,97%) e Adoçantes (-1% para -0,01%).

No acumulado de janeiro a junho, os elementos que mais influenciaram no resultado foram: Leite Tipo Longa Vida (35,13%), Cigarros (21,80%), Batata Inglesa (66,68%) e Aluguel Residencial (4,48%). O avanço do indicador foi limitado, porém, pelo comportamento dos itens tomate, limão, passagem aérea e feijão preto.

(Valor Online)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host