UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

02/09/2009 - 11h36

Capitalização da Petrobras respeitará acionistas, diz Tesouro

BRASÍLIA - O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, garantiu hoje que todas as decisões e ações do governo no sentido de capitalizar a Petrobras irão respeitar os direitos dos acionistas, sejam eles minoritários ou não.

A afirmação do secretário responde às questões levantadas por analistas e juristas, publicadas hoje nos jornais, que passaram a debater a a forma de capitalização da Petrobras, uma delas diz respeito ao uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para comprar ações da estatal de petróleo.

Na segunda-feira, durante o detalhamento do marco regulatório do pré-sal, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, anunciou que os trabalhadores não poderão injetar recursos do fundo na empresa.

De acordo com a ministra, como acionistas minoritários, os trabalhadores que compraram ações da Petrobras em 2000 terão direito a financiar o aumento de capital da empresa, mas eles terão de fazer isso com recursos próprios.

"Toda e qualquer ação que o governo vier a tomar, vai respeitar todos os direitos e vai fazer de uma forma positiva para a Petrobras. Isso que a gente tem a dizer: tranquilizar." O secretário disse ainda que o governo respeita todas as opiniões, mas trabalha com a preservação dos direitos.

(Agência Brasil)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host