UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

03/09/2009 - 19h03

França, Alemanha e Inglaterra pedem regulação de bônus nos bancos

SÃO PAULO - O primeiro-ministro francês Nicolas Sarkozy, a chanceler alemã Angela Merkel e o primeiro-ministro britânico Gordon Brown pediram aos países componentes do G-20 maior regulação para o sistema financeiro mundial, incluindo a limitação dos bônus dos executivos do setor. Em carta conjunta enviada à presidência da União Europeia, as autoridades afirmam que os bônus devem ter uma relação "apropriada" com os salários fixos e devem acompanhar o desempenho dos bancos.

"A cultura do bônus tem que mudar. É para (o bônus) ser consequência de sucesso de longo prazo, não de especulações de curto prazo", afirmou Gordon Brown. Na carta, os dirigentes afirmam que o G-20 deve se reunir para assegurar que existam sanções a nível nacional para os bancos que não apliquem essas regras. Ao repetir que a crise ainda não acabou, as autoridades prometeram pressionar o G-20 a pedir aos bancos que liberem mais capital, para evitar que uma crise financeira como a que o mundo está passando. Além disso, os três governantes querem fechar um acordo com os demais países do grupo, que envolverá uma lista de medidas, para combater a não aplicação das normas internacionais de troca de informações fiscais entre os países, em uma atitude contra os paraísos fiscais. Amanhã tem início uma reunião de dois dias entre ministros das finanças em Londres, que vai desenhar as discussões para o encontro do G-20 em Pittsburg, nos EUA, nos dias 24 e 25 de setembro. (Vanessa Dezem | Valor Online com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host