UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

03/09/2009 - 15h06

Petróleo avança em Nova York, mas opera estável em Londres

SÃO PAULO - Os preços do petróleo registram ligeira valorização nesta jornada, mas continuam instáveis, sendo conduzidos pelo rumo do mercado acionário e do comportamento do dólar perante outras divisas. Prevalece entre os agentes o movimento de realização de lucros perante as máximas alcançadas até a semana passada.

Há pouco, o contrato de WTI negociado em Nova York para o próximo mês registrava alta de US$ 0,41, para US$ 68,46. O vencimento para novembro apontava US$ 69,03, com alta de US$ 0,35. Em Londres, o barril de Brent para outubro e novembro mostravam estabilidade, cotados a US$ 67,66 e US$ 68,37, respectivamente.

Apesar da alta, persistem as preocupações dos agentes sobre eventual a necessidade de corrigir excessos de valorização dos últimos meses, que teriam distorcido as cotações mais condizentes com a realidade econômica global. A ideia corrente no momento é de que, embora haja uma recuperação em curso, o processo é tênue e lento.

Entre os dados de hoje, houve desaceleração da retração da atividade não-manufatureira nos EUA e os pedidos de seguro desemprego registram ligeira queda na última semana. Ao mesmo tempo, os juros da Europa foram mantidos em 1% ao ano, mas o presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, afirmou que a recuperação econômica será irregular e lenta.

O dólar volta a se desvalorizar perante o euro, devolvendo atratividade aos contratos de petróleo, como vem ocorrendo há alguns meses sempre que o segmento se mostra sem direção firme.

(Valor Online, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host