UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

22/09/2009 - 17h53

Dilma diz que é preciso agilidade em aprovação de regras do pré-sal

BRASÍLIA - A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse hoje que é preciso ter agilidade na aprovação das regras que definem as diretrizes de exploração do petróleo da camada pré-sal para garantir a atração de investimentos. "Quem vai investir em um estaleiro se não souber as regras do jogo?", questionou.

Segundo ela, os royalties não são o ponto principal de discussão no modelo de partilha de exploração da camada pré-sal. O ponto central, para a ministra, é a renda que ficará com a União.

"Os royalties são a parte marginal dessa renda, não é o centro do modelo de partilha. O fundamental é definir a parte da renda petrolífera que fica com a União", disse ao discursar no seminário Pré-sal e o Futuro do Brasil.

A ministra afirmou que a estabilidade política e econômica do país é um fator importante para a atração de investimentos para a exploração do pré-sal e disse também que é preciso ter vontade política. "O pré-sal, por si só, não assegura nada, é necessária a vontade política dos homens em termos de diretriz política para que se possa transformar essa riqueza." Durante o seminário, Dilma chamou o pré-sal de "bilhete premiado" e disse que o Brasil tem sorte de estar discutindo a "abundância" e não a "escassez". A ministra afirmou ainda que o governo do presidente Lula pretende é que a maior parcela da renda do petróleo fique nas mãos do povo brasileiro e que a riqueza do pré-sal irá acelerar a redução a pobreza no Brasil. (Agência Brasil)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host