UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

23/09/2009 - 08h20

Petróleo e expectativa com Fed puxaram alta das bolsas ontem

SÃO PAULO - As bolsas de valores dos EUA subiram ontem, com as apostas de investidores de que o Federal Reserve manterá sua política de estímulo para dar suporte à recuperação econômica, impulsionando setores sensíveis ao crescimento, como o financeiro, tecnológico e industrial.

O índice Dow Jones avançou 0,52%, para 9.829 pontos. O Nasdaq subiu 0,39%, para 2.146 pontos. O Standard & Poor ? s 500 ganhou 0,66%, para 1.071 pontos.

Os ganhos ocorreram de maneira geral, com os setores do S & P 500, com exceção de três, terminando em alta. As ações ligadas a energia e recursos naturais tiveram suporte na alta dos preços das commodities globais, uma vez que o dólar recuou.

O Federal Reserve iniciou ontem uma reunião de dois dias para discutir a política monetária americana. O resultado do encontro será divulgado à tarde.

Com nenhuma mudança esperada nos juros, os investidores provavelmente devem se voltar para a avaliação do Fed sobre a economia, particularmente depois de o presidente do órgão, Ben Bernanke, dizer na semana passada que a recessão " tecnicamente " acabou.

No setor financeiro, os papéis do Citigroup saltaram 5%, após notícias de que o fundo de investimento GIC, de Cingapura, reduziu sua participação no banco americano pela metade. As ações do Bank of America subiram 2,1%.

As bolsas de valores da Europa fecharam em alta, após duas sessões seguidas de perdas, impulsionadas pelo setor de commodities em meio à firmeza dos preços do petróleo e dos metais.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,54%, para 1.005 pontos, segundo dados preliminares. O indicador avançou cerca de 56% desde que atingiu a mínima recorde em março e acumula alta de quase 18% neste trimestre.

As ações de energia apresentaram um dos melhores desempenhos no índice europeu, com a alta do petróleo acima de US$ 71 o barril, em recuperação após declínio acentuado na véspera. BP, Royal Dutch Shell e Total avançaram de 0,9 a 1,1%.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em alta de 0,16%, a 5.142 pontos. O DAX, de Frankfurt, avançou 0,72%, para 5.709 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 subiu 0,3% (3.823 pontos). Houve alta de 0,08% em Milão, de 0,76% em Madri e de 0,77% em Lisboa. (Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host