UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

29/09/2009 - 20h37

Contratos de dólar fecham sem tendência na BM & F; Ptax sobe a R$ 1,7928

SÃO PAULO - Os contratos futuros indexados ao dólar negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM & F) encerraram o pregão desta terça-feira em direções divergentes, com ligeiras variações, próximas da estabilidade.

Entre os contratos mais negociados, o vencimento para outubro, que tem amanhã o seu último dia de negociação, subiu 0,05%, para R$ 1,793. O vencimento de novembro próximo ganhou 0,01% e se manteve em R$ 1,801. O vencimento de janeiro de 2010, fechou a R$ 1,821, também estável em relação ao pregão anterior, com alta de 0,01%.

Já o vencimento de dezembro de 2010 caiu 0,02%, para R$ 1,946, acompanhado dos contratos de julho e setembro do ano que vem, que recuaram 0,04% cada um, para R$ 1,883 e R$ 1,908, respectivamente.

No total, foram transacionados 279.620 contratos cambiais. O giro financeiro foi de R$ 25,059 bilhões (US$ 13,977 bilhões). Ontem foram negociados 213.930 contratos cambiais. O giro financeiro foi de R$ 19,164 bilhões (US$ 10,700 bilhões).

No mercado à vista, o dólar comercial fechou a R$ 1,791 na compra e R$ 1,793 na venda, sem alteração sobre o pregão de ontem. Na roda de "pronto" da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), o dólar teve leve alta de 0,08%, para fechar a R$ 1,7925. A taxa Ptax - média das cotações do dólar apurada pelo Banco Central (BC) e ponderada pelo volume de negócios - terminou a R$ 1,7920 na compra e R$ 1,7928 na venda, alta de 0,10%.

(Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host