UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

29/09/2009 - 15h28

Superávit primário do governo central cai 68% e soma R$ 23,85 bi no ano

BRASÍLIA - O governo central apurou superávit primário de R$ 23,850 bilhões nos oito primeiros meses de 2009. Os números correspondem ao desempenho conjunto do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central (BC) e foram divulgados há instantes pelo Tesouro. Como proporção do Produto Interno Bruto (PIB), o superávit ficou em 1,21%.

O resultado ficou 68,1% abaixo daquele verificado em mesmo período do ano passado, quando foi registrado saldo positivo de R$ 74,850 bilhões nas contas do governo central, equivalente a 3,94% do PIB.

No intervalo janeiro-agosto de 2009, o Tesouro Nacional teve resultado primário positivo de R$ 53,752 bilhões. O INSS apresentou déficit de R$ 29,561 bilhões e o Banco Central ficou R$ 340,9 milhões no vermelho.

A receita total do governo central no período ficou em R$ 462,519 bilhões, montante 0,8% inferior aos R$ 466,244 bilhões de igual período do ano passado.

As transferências para estados e municípios somaram R$ 82,553 bilhões, 2,4% abaixo do que foi verificado no mesmo intervalo de 2008, de R$ 84,585 bilhões. Descontadas essas transferências, a receita líquida atingiu R$ 379,966 bilhões nos oito primeiros meses de 2009.

Já as despesas totais somaram R$ 356,116 bilhões, 16,1% acima dos R$ 306,808 bilhões apurados de janeiro a julho de 2008. O superávit primário do governo central é o resultado da diferença entre a receita líquida e as despesas totais.

(Azelma Rodrigues | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host