UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

30/09/2009 - 09h44

Bovespa pode buscar os 62 mil pontos hoje

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) pode encerrar o mês acima dos 62 mil pontos. A indicação vem do mercado futuro e repete o observado em outras praças de negociação. Há pouco, o Ibovespa com vencimento em outubro subia 1,17%, para 62.090 pontos.

Em Wall Street, os índices futuros acentuaram a alta depois de que a revisão final do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre apontou contração de 0,7%, contra previsão anterior de 1%. A estimativa apontava para queda de 1,2%.

Ainda hoje, os investidores recebem o índice de atividade calculado pelo Instituto de Gerentes de Compras de Chicago e os estoques de petróleo e derivados. No mercado de commodities, o petróleo avança, negociado a US$ 67,70 o barril de WTI no pregão eletrônico. Com isso, cria-se espaço para a venda de moeda americana. O dólar perde para os rivais europeus e também aponta para baixo no mercado local. Há pouco, a moeda valia R$ 1,778 na venda, queda de 0,83%, testando nova mínima para o ano. Vale lembrar que o pregão de hoje marca a formação da Ptax (média das cotações ponderada pelo volume) que liquidará os contratos futuros de outubro.

Na Europa, os índices oscilam em leve alta, com destaque para as empresas de mineração. Há pouco, o FTSE-100, de Londres ganhava 0,14%, enquanto o Xetra-DAX, de Frankfurt, subia 0,24%. Na Ásia a quarta-feira acabou sem direção única. Seul e Hong Kong perderam 1,0% e 0,28%, respectivamente, mas Tóquio subiu 0,33% e Xangai garantiu alta de 0,90%. Na terça-feira, a queda na confiança do consumidor americano garantiu o viés negativo do dia, mas por aqui as perdas não foram acentuadas. O Ibovespa fechou com leve baixa de 0,13%, aos 61.235 pontos. O giro financeiro somou R$ 4,59 bilhões.

Com tal pontuação, o índice garante alta de 8,40% em setembro, melhor mês desde maio. Já no terceiro trimestre, o ganho soma 18,98%.

Em Wall Street, o Dow Jones terminou com baixa de 0,48%, já o S & P 500 e o Nasdaq devolveram 0,31% e 0,22%, respectivamente. (Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host