UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

30/09/2009 - 17h00

Comercializadores querem fatia maior para mercado livre em Belo Monte

RIO - Os comercializadores de energia esperam que o governo mude a intenção de destinar ao mercado livre uma parcela menor da energia que será produzida pela hidrelétrica de Belo Monte, na comparação com o que foi destinado para o ambiente de contratação livre nas regras que nortearam as licitações de Jirau e Santo Antônio. Nas duas usinas do rio Madeira, em Rondônia, o mercado cativo das distribuidoras ficou com 70% do total produzido, enquanto os outros 30% foram para o mercado livre. Em Belo Monte, que ficará no Rio Xingu, no Pará, a intenção do governo é reduzir essa fatia para 10%.

Representantes da Associação Brasileira dos Agentes Comercializadores de Energia Elétrica (Abraceel) vão se reunir com o secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, no dia 13 de outubro para tentar ampliar a parcela da energia que será destinada ao mercado livre. Para o presidente da entidade, Paulo Pedrosa, o objetivo é que a divisão siga o exemplo do que ocorreu em Jirau e Santo Antônio, com a reserva de uma parcela equivalente à participação do ambiente de contratação livre no mercado total, que hoje gira em torno de 25%.

"Dez por cento é muito pouco. Durante o período em que houve sobra de energia no pós-racionamento, o mercado livre ajudou essa energia a chegar a um preço competitivo para o setor produtivo", ressaltou Pedrosa, que participou do 6º Encontro Nacional de Agentes do Setor Elétrico (Enase).

O objetivo do governo é destinar 70% da energia de Belo Monte para o ambiente de contratação regulada (ACR), 10% para o mercado livre e outros 20% para autoprodutores, que se associariam ao projeto. Pedrosa defendeu também a existência de mais de um consórcio no leilão, de forma a aumentar a competição.

"Quanto mais participantes no processo, melhor. Seria muito interessante se tivéssemos diversos consórcios", afirmou.

(Rafael Rosas | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host