UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

01/10/2009 - 10h58

Bolsas europeias perdem, preocupadas com mercado de trabalho

SÃO PAULO - As bolsas de valores da Europa recuam nesta quinta-feira, dando continuidade às desvalorizações da sessão passada. Indicadores do mercado de trabalho ainda geram incertezas e ficam no centro das atenções dos investidores. Há pouco, nos EUA, o Departamento de Comércio divulgou os novos pedidos de seguro-desemprego, que apresentaram a primeira alta em quatro semanas. Os pedidos somaram 551 mil na semana terminada em 26 de setembro, um crescimento de 17 mil perante a semana anterior, quando o número de pedidos somou 534 mil (dados revisados).

Na Europa, o mercado de trabalho também preocupa. Segundo a Eurostat, a taxa de desemprego média nos 16 países da zona do euro alcançou 9,6% em agosto, o maior patamar desde março de 1999. A porcentagem veio maior do que a verificada em julho, quando o desemprego na região atingiu 9,5%. Os investidores receberam ainda os dados sobre as vendas no varejo da Alemanha, que apresentaram recuo de 1,5%, em termos reais, em agosto, ante o mês anterior. Em julho, o indicador tinha avançado 0,7% na mesma base de comparação. No âmbito corporativo, o destaque desta sessão fica por conta da Insurer Legal & General, companhia britânica de seguros de vida. As ações da seguradora sobem 2,8% em Londres diante de expectativas do mercado com relação a uma oferta hostil pela companhia. Em Londres, o FTSE-100 há minutos operava em queda de 0,48%, aos 5.109,19 pontos. O CAC-40, de Paris, perdia 0,53%, aos 3.775,16 pontos. O DAX, de Frankfurt, recuava 0,25%, aos 5.661,96 pontos.

(Vanessa Dezem | Valor com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host