UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

02/10/2009 - 12h47

Bovespa mostra força e sobe 0,47%; dólar cai a R$ 1,784

SÃO PAULO - A sexta-feira é marcada por forte instabilidade na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Depois de perder os 60 mil pontos minutos após a abertura, o Ibovespa obteve acentuada recuperação e, descolado de Nova York, por volta das 12h40 o índice ganhava 0,47%, a 60.744 pontos. O giro financeiro estava em R$ 3,25 bilhões, elevado para o período do dia.

As vendas do começo do dia foram estimuladas pelos dados de emprego nos Estados Unidos, que surpreenderam de forma negativa. Foram fechadas 263 mil vagas no mês passado, resultado superior ao esperado. Já a taxa de desemprego saiu de 9,7% para 9,8%, dentro do previsto, mas a maior taxa em 26 anos.

Não bastasse o fraco desempenho do mercado de trabalho, ainda foi divulgada uma queda de 0,8% nos pedidos à indústria americana, quando a previsão era de alta de 1%.

Ainda assim, os agentes encontraram motivo para refazer posições. Em Wall Street, o Dow Jones ensaiou alta, mas, há pouco, perdia 0,28%. Já o Nasdaq, que chegou a oscilar em terreno positivo, perdia 0,36%. Segundo o economista da UM Investimentos, Hersz Ferman, a bolsa brasileira amplificou a reação do mercado americano, onde o cenário está mais para uma realização de lucros.

Por aqui, diz o especialista, quem manda é o fluxo de recursos externos, que, apesar das correções de preço, é constante e positivo. Até o dia 29 de setembro, o saldo de investimento estrangeiro somava R$ 3,69 bilhões, o que leva o montante acumulado do ano para R$ R$ 17,66 bilhões, soma recorde. Ainda de acordo com Ferman, o dinheiro que entra não está ficando concentrado na primeira linha. Os agentes continuam buscando oportunidade nos setores e empresas com foco no mercado local, já que a produção segue crescendo, assim como o emprego e a renda.

Para o especialista, o preço dos ativos brasileiros não está caro, o que assusta os investidores e leva à realização de lucro é a velocidade da alta. Vale lembrar que no ano o Ibovespa já sobe mais de 100% em dólar.

Pelo lado corporativo, destaque para as ações da OGX Petróleo, que subiam 8,20%, para R$ 1.504, com mais de R$ 285 milhões em negócios. A empresa afirmou ter encontrado indícios de óleo em um poço na Bacia de Santos. Segundo Ferman, esse tipo de descoberta reduz a avaliação de risco da empresa o que ajuda a melhorar a precificação de suas ações. Outro setor que é destaque não do dia, mas na semana, é o bancário. Os papéis mostram resistência e concentram grande volume. Para o economista, os bancos ganharam evidência em função da oferta de ações do Santander.

Como a demanda pelos papéis está elevada, o Santander deve chegar à Bovespa com elevado valor de mercado em comparação com os seus pares, que assim ficaram mais atrativos à compra. Fora isso, uma oferta desse tamanho coloca o setor em evidência no mercado externo. Com o terceiro maior volume do dia, Itaú Unibanco PN defendia leve alta de 0,11%, a R$ 35,89. Bradesco PN avançava 1,19%, a R$ 35,43, mas Banco do Brasil ON desvalorizava 0,91%, a R$ 30,37. Os carros-chefes também atraem compradores. Vale PNA subia 1,56%, a R$ 36,23, enquanto Petrobras PN recuava 0,23%, a R$ 33,97. Entre as siderúrgicas, Gerdau PN subia 2,76%, a R$ 23,75.

O setor aéreo lidera os ganhos dentro do índice. TAM PN tinha acréscimo de 5,56%, a R$ 24,28, Gol PN aumentava 3,93%, a R$ 18,50. MMX Miner ON também subia mais de 3%, para R$ 11,68. Fora da retomada, Rossi ON caía 2,40%, a R$ 12,98. O papal se ajusta o preço de emissão das novas ações na oferta primária da companhia, que foi fixado em R$ 12,50. Os novos ativos começam a ser negociados na segunda-feira. Ainda na ponta vendedora, BRF Foods ON recuava 2,59%, a R$ 45,04, e Embraer ON perdia 2,0%, a R$ 9,79. No câmbio, a indefinição também pauta os negócios. Reagindo ao mau humor do período da manhã, o dólar bateu R$ 1,808 na venda, mas não sustentou tal preço. Há pouco, o dólar comercial valia R$ 1,784 na venda, queda de 0,22%.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host