UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

02/10/2009 - 10h40

Bovespa perde os 60 mil pontos e dólar sobe a R$ 1,798

SÃO PAULO - A sinalização externa provoca mais um dia de queda na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) que começa o dia abaixo dos 60 mil pontos. Com cerca de meia hora de pregão, o Ibovespa recuava 1,11%, a 59.790 pontos, com giro financeiro em R$ 611 milhões. Na semana, o índice perde 0,94%. O viés de baixa é garantido pelo fraco desempenho do mercado de trabalho americano. Dados oficiais apontaram a perda de 263 mil vagas no mês passado, resultado superior ao esperado. Já a taxa de desemprego saiu de 9,7% para 9,8%, dentro do previsto, mas a maior taxa em 26 anos.

Reagindo aos números, os agentes ampliam as vendas em Wall Street. Depois de cair mais de 2%, ontem, o Dow Jones começou o dia apontando baixa de 0,53%. Já o S & P 500 e o Nasdaq recuavam 0,56% e 0,69%, respectivamente. Com maior aversão ao risco pautando os negócios, os agentes vendem ações e commodities e buscam proteção na moeda americana, que acaba ganhando valor contra seus principais rivais. Por aqui, tal raciocínio também é válido e o dólar comercial tenta firmar alta acima da linha de R$ 1,80. Há pouco, a moeda valia R$ 1,798 na venda, alta de 0,55%, depois de subir a R$ 1,808. Dentro do Ibovespa, o destaque segue com o setor financeiro, que ganhou maior atenção em função da chegada do Santander à Bovespa, com uma oferta que pode passar de R$ 15 bilhões.

Liderando o volume negociado, Itaú Unibanco perdia 0,55%, a R$ 35,65. Bradesco PN recuava 0,34%, a R$ 34,89, e Banco do Brasil ON devolvia 0,55%, a R$ 30,48. Os três papéis chegaram a operar em alta.

Entre os carros-chefe, Petrobras PN caía 0,82%, a R$ 33,77, e Vale PNA recuava 1,0%, a R$ 35,34. Já Gerdau PN tinha baixa de 1,29%, a R$ 22,81.

Ainda entre os mais negociados, Rossi ON caía 4,13%, a R$ 12,75. O papal se ajusta o preço de emissão das novas ações na oferta primária da companhia, que foi fixado em R$ 12,50. Os novos ativos começam a ser negociados na segunda-feira. Apenas um dos 63 ativos listados apresentava alta. CCR Rodovias ON ganhava 0,09%, a R$ 30,63.

(Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host