UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

02/10/2009 - 08h36

IPC da Fipe termina setembro com inflação de 0,16%

SÃO PAULO - O recuo dos alimentos contribuiu para que o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) no município de São Paulo encerrasse setembro com alta de 0,16% ao fim de setembro, taxa inferior à da terceira prévia do mês, de 0,28%. Em agosto, a inflação medida pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) situou-se em 0,48%.

Os alimentos tiveram deflação de 0,63% e ajudaram a reprimir a inflação no mês. Na terceira prévia, esse grupo recuou 0,09%. Além disso, Habitação reduziu o ritmo de alta, do 0,60% da medição anterior para 0,47%.

As demais classes de despesas consideradas no IPC tiveram aceleração da variação de preços. Despesas Pessoais foi de 0,09% para 0,18% entre a terceira e a última medição. Saúde saiu de uma alta de 0,48% para 0,65% e Educação foi de 0,03% para 0,09%. Vestuário, que subiu 0,35% na terceira leitura do mês, agora avançou 0,75%, e Transporte viu a variação crescer de 0,21% na terceira prévia para 0,25% na medição final de setembro.

O IPC é calculado pela Fipe com base no consumo de famílias paulistanas com renda entre um e 20 salários mínimos.

(Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host