UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

02/10/2009 - 13h12

Preços do petróleo caem, com indicadores e alta da produção na Rússia

SÃO PAULO - Os preços futuros do petróleo operam em queda nesta sexta-feira. O tom negativo das negociações é influenciado pelos indicadores americanos, que ainda evidenciam a retração da demanda no país, e pelo aumento da produção na Rússia.

O contrato de WTI negociado para novembro em Nova York há pouco operava a US$ 69,11, com queda de US$ 1,69. O vencimento para dezembro perdia US$ 1,71, a US$ 69,49. Em Londres, o barril de Brent para novembro indicava US$ 67,31, com desvalorização de US$ 1,88. O vencimento para o mês seguinte caía US$ 1,90, para US$ 68,07.

Após alta no fim da sessão de ontem, as cotações reverteram a tendência, diante dos dados sobre a dificuldade da indústria dos EUA. Pela manhã, o Departamento do Comércio anunciou que as encomendas feitas à indústria diminuíram 0,8% em agosto, seguindo elevação de 1,4% um mês antes (dado revisado). A queda foi pior do que a esperada pelos analistas de mercado, que apostavam em recuo de 0,6%.

Além disso, aumentam as preocupações com a demanda do consumidor americano, já que o mercado de trabalho no país continua fraco. Em setembro, houve um corte de 263 mil vagas na economia dos EUA, número pior do que o esperado pelos analistas de mercado, cujas estimativas oscilavam entre o fechamento de 175 mil a 225 mil postos de trabalho.

Os agentes também levaram em conta o crescimento da produção de petróleo na Rússia. Segundo dados do governo, o país produziu mais de 10 milhões de barris por dia em setembro, sendo que em agosto, a produção atingiu 9,97 milhões de barris por dia. (Vanessa Dezem | Valor com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host