UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

02/10/2009 - 11h44

Reserva para oferta do Santander vai até segunda-feira

SÃO PAULO - O investidor interessado em tomar parte na oferta de ações do Santander tem até a segunda-feira, dia 5 de outubro, para fazer seu pedido de reserva junto a uma corretora consorciada. O investimento mínimo é de R$ 3 mil. Pelo cronograma estimado, na terça-feira, dia 6 de outubro, será fixado o preço de emissão. E no dia 7, os ativos começam a ser negociados sob o código SANB11 no Nível 2 de Governança Corporativa da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

Atendendo a um pedido da BM & FBovespa, a liquidação da oferta será diferenciada. A distribuição primária será liquidada dia 13 enquanto que os negócios realizados no primeiro dia (7 de outubro) será liquidados no dia 14.

O varejo ficará com até 20% das 525 milhões de units (recebido de ação formado por 55 ações ordinárias e 50 ações preferenciais). Considerando o teto da estimativa de preço, que vai de R$ 22 a R$ 25, o banco levantará R$ 13,125 bilhões na oferta inicial. Com a colocação dos lotes suplementar e adicional, o montante chega a R$ 15,625 bilhões, o que lhe rende o título de maior oferta do mundo em 2009. Para efeito de comparação, a maior oferta já feita na Bovespa foi a da Visanet, que somou R$ 8,39 bilhões.

Funcionários e clientes terão preferência na compra dos papéis, o que reduzirá a fatia de ações disponíveis para os demais investidores de varejo.

Para participar da oferta prioritária, o funcionário ou cliente do banco deverá efetuar sua reserva exclusivamente na Santander Corretora. Já o cliente do ABN Amro Real que for cadastrado na ABN Amro Corretora deverá realizar sua reserva exclusivamente nessa corretora.

Caso o correntista do Real não seja cadastrado na ABN Amro Real Corretora, ele deverá realizar seu cadastro e pedido de reserva na Santander Corretora. No caso dos funcionários, o valor mínimo de investimento é de R$ 1 mil. Esse grupo também poderá utilizar de condições especiais para subscrição dos papéis por meio de plano de incentivo, que possibilitará, mediante requerimento, um empréstimo com o banco, no valor mínimo de R$ 1 mil e máximo de um salário bruto mensal. Os juros serão de apenas 1% ao ano.

Com os recursos levantados no mercado, o banco vai investir em sua expansão, o que compreende, entre outras coisas, abertura de novas agências, desenvolvimento de novos produtos e investimentos nos segmentos de cartões de crédito e seguros.

(Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host