UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

02/10/2009 - 08h12

Semana acaba com produção industrial e emprego nos EUA

SÃO PAULO - Dados internos e externos dividem a atenção dos agentes nesta sexta-feira. Por aqui, foco na produção industrial de agosto. Para a Concórdia Corretora, deve ser anunciado um aumento de 0,4% na variação mensal. Já a CM Capital Markets trabalha com alta de 0,7%.

Nos Estados Unidos, foco nos dados oficiais sobre o mercado de trabalho. As estimativas oscilam entre o fechamento de 175 mil a 225 mil postos de trabalho em setembro. Já a taxa de desemprego deve subir de 9,7% para 9,8% a 9,9%.

Na quarta-feira, a ADP, empresa que processa folhas de pagamento, mostrou que foram fechadas 254 mil vagas no setor privado durante o mês passado, montante superior ao estimado.

Ainda nos EUA, os agentes recebem as encomendas à indústria em agosto, que devem apontar alta de 1%, vindo de elevação de 1,3%.

De volta do mercado local, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) apresenta o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de setembro.

Na próxima semana, a agenda externa é pouco carregada, o que mantém o foco nos dados domésticos de inflação, como IPCA, IGP-DI e IGP-M. Na Europa, atenção para as decisões de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) e Banco da Inglaterra (BoE). Nos EUA, o dado mais relevante é o índice de atividade no setor de serviços.

A semana também marca o início da temporada de balanços do terceiro trimestre tanto aqui quanto nos EUA. A Localiza puxa a fila na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e a Alcoa abre as divulgações de empresas listadas no índice Dow Jones. (Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host