UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

05/10/2009 - 17h41

Bolsas de Nova York retomam ganhos com indicador positivo e bancos

SÃO PAULO - As bolsas de Nova York fecharam com forte alta nesta segunda-feira, em meio à recuperação da atividade do setor de serviços nos EUA em setembro. O fato de o Goldman Sachs ter elevado a recomendação de ações do setor bancário também sustentou as compras do dia.

O Dow Jones fechou com alta de 1,18%, a 9.599 pontos. O Standard & Poor's 500 ganhou 1,49%, para 1.040. O Nasdaq encerrou aos 2.068 pontos, com valorização de 0,98%.

Segundo o Institute for Supply Management (ISM), o índice de atividade do setor de serviços dos Estados Unidos alcançou 50,9 pontos em setembro, ante 48,4 pontos apurados um mês antes. Pontuações acima de 50 pontos apontam crescimento da atividade, o que devolveu certo otimismo aos investidores.

Um relatório da área de análise do Credit Suisse indicou hoje que não seria o momento mais adequado para atuar na ponta de venda no mercado acionário. Embora haja risco de uma forte correção nos preços de ativos, os analistas do banco avaliam que há chances de o S & P 500, por exemplo, fechar em torno de 1.100 ponto no final do ano.

Ao mesmo tempo, o Goldman Sachs elevou a recomendação de papéis de grandes bancos. As ações do JP Morgan subiram 4,63% (US$ 43,80) e as do Wells Fargo ganharam 6,89% (US$ 28,09) após o banco elevar de "neutro" para "compra" os papéis deste último. As ações da Capital One Financial Group entraram na lista de "compra com convicção" do Goldman Sachs e avançaram 8,26% (US$ 35,93). (Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host