UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

06/10/2009 - 09h33

Bovespa ensaia pregão de alta e mira os 63 mil pontos

SÃO PAULO - O mercado futuros sinaliza mais um pregão de alta na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que pode testar os 63 mil pontos na sessão desta terça-feira. Há pouco, o Ibovespa com vencimento em outubro subia 0,75%, aos 63.000 pontos.

O tom comprador no mercado local espelha o sinal vindo de Wall Street, onde os futuros também operam com sólida valorização. Os agentes recuperaram confiança na recuperação da economia mundial depois que a Austrália anunciou uma alta em sua taxa de juros.

O país foi o primeiro do G-20 a mexer na taxa, elevando o juro básico em 0,25 ponto percentual, para 3,25% ao ano. Como o risco de uma séria contração econômica passou, o banco central do país acha prudente reduzir de forma gradual os estímulos via política monetária.

Na Europa, a valorização é acentuada, com destaque para os papéis de commodities. Há pouco, o FTSE-100, de Londres, ganhava 1,56%. Já o Xetra-DAX, de Frankfurt, valorizava 1,62%, a R$. Evidenciando o apetite por risco, o dólar cai no mercado externo e o petróleo segue ganhando valor. Por aqui, a moeda americana faz novas mínimas para o ano. Há pouco, o dólar comercial cedia 0,51%, a R$ 1,752 na venda, menos preço desde setembro do ano passado.

Ontem, dados positivos nos Estados Unidos e a continuidade da antecipação dos ganhos com os Jogos Olímpicos de 2016 levaram o Ibovespa para cima dos 62 mil pontos. Com 59 dos 63 ativos listados apontando alta, o Ibovespa terminou a jornada com valorização de 1,96%, aos 62.369 pontos. O giro financeiro somou R$ 5,29 bilhões. A pontuação é a maior desde 1º de julho de 2008, quando índice marcava 63.396 pontos. No ano, o Ibovespa já ganhou 66,1%.

Ganhos expressivos também em Wall Street, onde o Dow Jones subiu 1,18%, enquanto o S & P 500 e o Nasdaq valorizaram 1,49% e 0,98%, respectivamente.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host