UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

06/10/2009 - 07h51

Dados domésticos fazem a agenda do dia

SÃO PAULO - Sem indicadores externos de primeira linha, a atenção dos investidores fica voltada aos eventos do mercado doméstico nesta terça-feira. O dado mais relevante da agenda é o Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) de setembro. O consenso sugere alta de 0,48%, mas a Concórdia Corretora espera elevação de 0,28% e Banco Fator trabalha com inflação de 0,36%.

O dia também traz a Pesquisa Industrial Mensal: Produção Física - Regional, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados são referentes a agosto.

Na quarta-feira, são aguardados os indicadores industriais da CNI, com atenção para o índice de utilização da capacidade instalada. Nos Estados Unidos, os agentes esperam o balanço da Alcoa, que dá a largada na temporada de resultados das empresas listadas no Dow Jones. Por aqui, a Localiza será a primeira empresa da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) a divulgar números. Na quinta-feira, o foco recai no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de setembro. Nos Estados Unidos, o presidente do Federal Reserve (Fed), banco central americano, Ben Bernanke, tem discurso agendado. Na Europa, o Banco da Inglaterra (BoE) e o Banco Central Europeu (BCE) apresentam suas decisões de política monetária. A semana acaba com destaque para a primeira prévia do IGP-M de outubro e para o comportamento da balança comercial americana em agosto.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host