UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

07/10/2009 - 15h59

Integração de HP e EDS deve terminar até meados de 2010

SÃO PAULO - O processo de integração entre a HP e a EDS será concluído até a metade do ano que vem. A projeção foi feita hoje pelo vice-presidente da HP Enterprise Services Brasil, Célio Bozola, em evento em São Paulo.

Ele notou que já se deu 80% do processo de integração das companhias em nível mundial, e que são poucas as áreas onde falta essa incorporação, que ele chama de "retaguarda", como as áreas contábil e de recursos humanos.

Segundo Bozola, abril de 2010 é a data limite para a entidade jurídica da EDS desaparecer. A companhia, comprada pela HP por US$ 13,9 bilhões em agosto do ano passado, já teve seu nome globalmente alterado em setembro de 2009 para HP Enterprise Services (HP ES). Esse nome passou a denominar todo o braço de serviços da HP mundial.

"Hoje, a EDS representa todo o negócio de outsourcing da HP", disse Bozola. Os serviços de outsourcing oferecidos pela HP ES envolvem os segmentos de ITO, que abrange infraestrutura de tecnologia, de aplicativos e de BTO, que envolve, principalmente, o processamento de cartões para o setor financeiro, um dos focos estratégicos da unidade para o ano que vem, segundo o executivo.

No Brasil, a unidade HP ES representa hoje 20% do faturamento da HP no país e aproveita para crescer depois da fusão concluída. "Prevemos crescer dois dígitos neste ano e queremos duplicar o número de clientes", disse Bozola. Ele observou que o processo de fusão não ocasionou a perda de nenhum cliente - atualmente, a HP ES tem cem clientes no Brasil.

Para atender ao aumento de clientes no país, a HP ES anunciou nesta quarta-feira a duplicação de seu espaço de data center em São Paulo. A estratégia agora é lidar com empresas de médio porte, que a unidade conquistou depois de a EDS ser adquirida pela HP. Esse segmento não era foco da EDS por si só, que lidava apenas com grandes empresas.

"Do meio do ano para cá, estamos vendo com clareza que os clientes estão desengavetando seus projetos guardados com a crise. Nos preparamos para um 2010 melhor", afirmou Bozola sem comentar o desempenho da empresa neste ano.

Os resultados globais da HP referentes a 2009 serão divulgados no fim de novembro, uma vez que, em outubro, termina o ano fiscal da companhia.

(Vanessa Dezem | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host