UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

09/10/2009 - 10h27

Varejo é atendido até R$ 20.806 na oferta da Gol

SÃO PAULO - O investidor de varejo que tomou parte na oferta de ações da Gol Linhas Aéreas teve seu pedido de reserva atendido integralmente até R$ 20.806,50. Os investidores vinculados foram excluídos da oferta.

As novas ações começam a ser negociadas na terça-feira, dia 13 de outubro, sob o código GOLL4. A liquidação financeira fica para 15 de outubro. O preço de emissão foi fixado, ontem, a R$ 16,50, o que representou um desconto de 3,28% em relação à cotação de fechamento do papel na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), de R$ 17,06.

De acordo com o Anúncio de Início publicado pela empresa, foram emitidas 19.002.500 ações PN e a mesma quantidade de ações ON em oferta primária. O Fundo Asas, que controla a companhia, também vendeu 19.002.500 ação PN, em distribuição secundária. Tal montante já inclui o exercício do lote adicional, que elevou a quantidade de papéis em 10% sobre o inicialmente previsto. Com isso, a oferta movimentou R$ 940 milhões, sendo que R$ 627 milhões vão ao caixa da companhia.

Cabe ressaltar que o controlador utiliza o dinheiro levantado na venda secundária para a compra das ações ON vendidas na distribuição primária.

Já está registrado na Comissão de Valores de Mobiliário (CVM) o exercício do lote suplementar, que soma 5.182.500 ações PN de titularidade do acionista vendedor. Com isso, o valor global da oferta chega a R$ 1,026 bilhão. Essas ações poderão ser vendidas nos próximos 30 dias, a critério dos coordenadores da oferta para atender a um eventual excesso de demanda.

Com os recursos levantados na oferta primária, a companhia vai reforçar o balanço patrimonial, visando alcançar o objetivo de contar com caixa equivalente a, no mínimo, 20% da receita líquida operacional referente aos 12 meses anteriores.

A venda dos ativos está sob coordenação do Bank of America Merrill Lynch, Itaú BBA, Morgan Stanley, Bradesco BBI e BB Investimentos. A Gol chegou à Bovespa em junho de 2004, com um oferta primária e secundária de R$ 878 milhões. Na época, cada ação PN foi vendida a R$ 26,57.

(Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host