UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

13/10/2009 - 09h32

Ibovespa futuro sugere abertura em alta na Bovespa

SÃO PAULO - Os investidores voltam do fim de semana prolongado com certo apetite para as compras na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Tal indicação é dada pelo mercado futuro, onde o Ibovespa com vencimento em outubro, contrato que expira na quarta-feira, subia 0,31%, para 64.450 pontos.

Mas o bom humor local pode esbarrar na falta de direção do mercado externo. Em Wall Street, os índices futuros operam sem direção definida. Os agentes mostram alguma cautela depois que o Dow Jones e o S & P 500 marcaram novas máximas para o ano no pregão de ontem.

Sem indicadores de peso na agenda do dia, atenção para os resultados trimestrais. A Johnson & Johnson mostrou crescimento no ganho trimestral e reajustou para cima a previsão de lucro para o ano todo.

No decorrer da semana, as atenções estão voltadas para os resultados do JP Morgan, Goldman Sachs e Bank of America. No lado econômico são aguardados dados sobre inflação, produção industrial e vendas no varejo.

Na Europa, o pregão desta terça-feira não tem contorno definido. Há pouco, o FTSE-100, de Londres, defendia leve alta de 0,08%, mas o Xetra-DAX, de Frankfurt, recuava 0,21%. Na Ásia, o dia terminou com valorização de 0,60% para o índice Nikkei-225 de Tóquio. Hong Kong e Xangai ganharam 0,79% e 1,44%. Destoando, Seul registrou perda.

No câmbio, o dólar começa o dia enfrentando pressão vendedora. Há pouco, a moeda era negociada a R$ 1,734 na venda, queda de 0,17%.

Ontem, também teve feriado em Wall Street, mas as bolsas operaram normalmente. O Dow Jones fechou com elevação de 0,21%, aos 9.885 pontos. O S & P 500 teve acréscimo de 0,44%, a 1.076. Já o Nasdaq registrou leve baixa de 0,01%, terminando aos 2.139 pontos.

Na sexta-feira da semana passada, o Ibovespa marcou nova máxima para o ano, acima dos 64 mil pontos. Com ajuda dos carros-chefe, o índice ganhou 0,49%, encerrando aos 64.071 pontos. O giro financeiro somou R$ 4,78 bilhões. A pontuação é a maior desde 30 de junho de 2008, quando o Ibovespa marcou 65.017 pontos. Na semana, o índice subiu 4,74%, elevando o ganho acumulado em 2009 para 70,63%.

(Eduardo Campos | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host