UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

14/10/2009 - 08h12

Petróleo a US$ 65 garante investimentos, diz Gabrielli

SÃO PAULO - Com o barril de petróleo em torno de US$ 65, o plano de investimento da Petrobras tem financiamento garantido até 2013, disse o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, na sabatina da qual participou, ontem, na " Folha de S. Paulo " . O programa de investimentos da empresa para 2009 a 2013 é estimado em US$ 174,4 bilhões. Gabrielli disse que a discussão sobre o fato de a Petrobras ser, na modelagem feita pelo governo, a operadora única dos poços da camada do pré-sal reflete o " desconhecimento de como funciona a indústria do petróleo " . Segundo explicou, " uma empresa de petróleo está no negócio pelo risco que ele traz e o retorno disso não é exclusividade do Brasil, o operador é quem contrata os serviços, os servidores, desenha a arquitetura dos poços, mas tudo é discutido no consórcio, no comitê operacional " . Ele ressaltou ainda que, mesmo que alguns poços não sejam tão rentáveis, " se a alguma empresa fosse oferecida a oportunidade de ser operador único, de explorar 5 bilhões de barris e de explorar o pré-sal, duvido que qualquer uma no mundo recusasse " . Até 2013, segundo Gabrielli, o pré-sal vai contribuir com apenas 10% da produção de petróleo do país. Em audiência pública na Comissão Especial criada na Câmara dos Deputados para discutir a proposta de capitalização da Petrobras, Gabrielli mostrou uma simulação que demonstra que a União poderá aumentar em 17 pontos percentuais a sua participação na empresa se os acionistas minoritários subscreverem 10% do total possível do aumento de capital. Hoje, a participação do governo no capital social da empresa é de 32,1%. Com os acionistas exercendo 90% do seu direito de aportar recursos, a participação da União no capital da empresa deverá crescer no máximo 0,8% de acordo com a simulação. Segundo informou Gabrielli, não houve uma sondagem para verificar a disposição dos acionistas em investir na compra de ações. " Mesmo se houver essa sondagem, dificilmente eles irão falar. Ninguém vai revelar sua estratégia " , afirmou. A empresa espera que a capitalização ocorra somente no primeiro trimestre do ano que vem. De acordo com o presidente da estatal, ainda é necessário que todos os projetos do pré-sal sejam aprovados pelo Congresso.

(Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host