UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/10/2009 - 16h00

Bovespa acentua alta e marca 66.677 pontos

SÃO PAULO - Agora com ajuda do mercado externo, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) amplia a oscilação em terreno positivo, caminhando para marcar novo recorde de fechamento. Por volta das 16 horas, o Ibovespa avançava 0,72%, aos 66.677 pontos, com giro financeiro em R$ 4,57 bilhões.

Em Wall Street, os índices ensaiam alta, conforme os agentes digerem os balanços financeiros e dados econômicos do dia. Há pouco, o Dow Jones avançava 0,14%, e o S & P 500 subia 0,13%, já o Nasdaq perdia 0,11%. De volta à Bovespa, os carros-chefe continuam dando sustentação ao índice. Com ajuda do petróleo, que faz novas máximas para o ano na casa dos US$ 77 o barril de WTI, Petrobras PN passou a liderar o volume negociado, avançando 1,13%, a R$ 56,56.

Vale PNA confirmava a valorização de 4,60% registrada ontem e verificava acréscimo de 1,08%, a R$ 40,85. O empresário Eike Batista, controlador da holding EBX, afirmou que não negocia no momento nenhuma aquisição de participação acionária no grupo de controle da Vale.

As siderúrgicas também atraem compradores. Gerdau PN subia 3,24%, a R$ 29,58, e Usiminas PNA avançava 0,94%, a R$ 53,29. Já os bancos continuam acompanhando os pares externos. Itaú Unibanco PN caía 1,02%, a R$ 36,72, e Bradesco PN diminuía 0,72%, saindo a R$ 36,93.

Os papéis ON da CCR Rodovias ON continuavam liderando os ganhos, apontando elevação de 4,19%, a R$ 34,29, Redecard ON se valorizava 3,36%, a R$ 30,44, e Tam PN avançava 2,34%, a R$ 25,70. Depois de ensaiar alta, MMX Miner ON liderava as perdas dentro do índice, recuando 2,27%, a R$ 12,89. Perdas, também, para Souza Cruz ON, que cedia 1,83%, a R$ 67,90. E Telemar ON caía 2,10%, a R$ 41,79. (Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host