UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/10/2009 - 20h06

Vale pagará a acionistas US$ 2,564 bilhões no dia 30

SÃO PAULO - A Vale anunciou há pouco que pagará a segunda parcela de remuneração aos acionistas da empresa a partir do dia 30 de outubro. Será desembolsado um total de R$ 2.564.850.000.00 (US$ 1,5 bilhão), equivalente a R$ 0,492036226 por ação ordinária ou preferencial em circulação. A empresa também pagará os juros adicionais de notas obrigatoriamente conversíveis em ADRs no dia 6 de novembro. Do total da segunda parcela a acionistas, R$ 427,475 milhões representam um adicional. Somando a primeira parcela paga em 30 de abril, a Vale pagará a seus acionistas neste ano um total de R$ 5.299.350.000,00, equivalente a US$ 2,750 bilhões.

O valor em reais foi obtido na conversão dos valores em dólares norte-americanos pela taxa de câmbio de venda do dólar norte-americano (Ptax - opção 5) informada ontem pelo Banco Central, de R$ 1,7099 por dólar. A remuneração será paga sob a forma de juros sobre o capital próprio e está sujeita à dedução do imposto de renda na fonte. Terão direito aos recursos acionistas detentores de ações da companhia até a data de hoje. No caso dos detentores de American Depositary Receipts (ADRs), a data limite é de 20 de outubro de 2009. A partir de amanhã as ações da Vale serão negociadas ex-direitos tanto na BM & FBovespa, NYSE e Euronext Paris.

Os acionistas que preferirem reinvestir a remuneração em ações da Vale podem fazer isso por meio dos bancos Bradesco e Banco do Brasil, credenciados para atuar no programa Vale Investir.

A companhia também avisou hoje que pagará juros adicionais aos detentores de notas obrigatoriamente conversíveis em ADRs (notas) com vencimento em 15 de junho de 2010 emitidos pela subsidiária integral, Vale Capital - séries RIO e RIO P - e também, aos detentores de notas obrigatoriamente conversíveis em ADRs com vencimento em 15 de junho de 2012 emitidos pela subsidiária integral, Vale Capital II - séries VALE-2012 e VALE.P-2012. O pagamento deverá ocorrer no dia 6 de novembro, segundo informou a Vale.

Os detentores das notas da série RIO receberão juros adicionais de R$ 0,857161 por nota, enquanto que os detentores das notas da série RIO P receberão R$ 1,017334 por nota. Os detentores das notas da série VALE-2012 receberão juros adicionais de R$ 1,236080 por nota, enquanto os detentores das notas da série VALE.P-2012 receberão R$ 1,429662 por nota. As notas começarão a negociar "ex-dividendo" na New York Stock Exchange no dia 16 de outubro de 2009. Investidores que possuem as notas através de conta com o Depositary Trust Company (DTC) receberão o pagamento de acordo com os procedimentos do DTC e dos seus custodiantes.

Os detentores das notas receberão juros adicionais em dólares americanos equivalentes aos dividendos e/ou juros sobre capital próprio (líquidos de tributos e despesas aplicáveis) recebidos pelos detentores de ADRs - cada representando uma ação ordinária/preferencial da Vale, VALE/VALE.P - multiplicado pelo número de ADRs que receberiam caso as notas fossem convertidas em ADRs, de acordo com a taxa de conversão especificada no prospecto. (Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host