UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

03/11/2009 - 10h19

Bolsas da Ásia fecham no vermelho

SÃO PAULO - A maioria das bolsas da Ásia fechou em baixa nesta terça-feira, diante das preocupações sobre a força da economia americana e a situação no setor financeiro. Os mercados ainda seguem cautelosos, depois que banco americano CIT Group anunciou pedido de concordata. A instituição tem forte atuação no crédito a pequenas e médias empresas, e sua quebra gera temores sobre como ficará a situação do varejo no fim do ano. As informações positivas sobre o setor manufatureiro americano não surtiram muito efeito nesta sessão. Ontem, uma pesquisa do Institute for Supply Management (ISM) mostrou que a atividade no setor cresceu em outubro, registrando a maior alta em mais de três anos. Outro fator que influencia as negociações é a notícia de que o governo britânico prepara nova injeção de recursos nos bancos Royal Bank of Scotland e Lloyds, o que também mostra as dificuldades do setor no Reino Unido. Nesta terça-feira, os agentes se focam também na decisão de política monetária da autoridade da Austrália. O banco central do país resolveu ampliar a taxa de juro em 0,25 ponto percentual pelo segundo mês seguido, de 3,25% para 3,5%.

Em Hong Kong, o Hang Seng fechou com desvalorização de 1,76%, aos 21.240,06 pontos. Em Seul, o Kospi perdeu 0,59%, aos 1.549,92 pontos. Em Xangai, o Shanghai Composite ganhou 1,22%, aos 3.114,23 pontos. Em Tóquio, o mercado financeiro ficou fechado por causa de feriado. (Vanessa Dezem | Valor, com agências internacionais)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host